Resoluções Ministeriais para 2016

Mais uma vez essa época do ano se repete. E, com isso, todos nós estamos pensando em comer melhor ou comer menos, se exercitar mais, gastar mais tempo em oração e leitura da Palavra, em sermos melhores cônjuges (ou melhores solteiros, por que não?!), em parar de roer as unhas, em ser mais educado e agradecido, ou como ser mais produtivo no trabalho, dentre tantas outras coisas.

Estas resoluções são grandes e louváveis projetos/objetivos individuais a serem alcançados, mas, que mudanças você está planejando fazer em seu ministério? O que o Senhor tem despertado você a mudar? Pedimos a algumas pessoas que servem em várias áreas ministeriais da igreja para oferecer-nos algumas sugestões, e aqui as juntamos para nos ajudar neste novo ano. O que estará alinhado com seus planos?

Líderes e equipe de mídia

Uma das melhores maneiras de se quebrar as barreiras das pessoas é fazer algo inesperado. Procure oportunidades para alterar o que é rotineiro ou habitualmente apresentado com algo completamente novo ou fora da caixa. Novos tipos de reuniões ou atividades podem ajudar (como já falamos aqui). Se você usa um monte de mídia, tente fazer algo a menos ou realmente atenuado. Se você é normalmente discreto, estique-se um pouco mais para contar uma história maior, com seu visual.

Líderes de louvor e adoração

A maioria dos frequentadores da igreja não é calça “tamanho único”, que serve em todos os tamanhos. Os líderes de louvor e adoração devem resolver se conectar com seu público, celebrando e integrando pessoas de todas as origens, gostos e culturas. A diversidade é a maior das dádivas conferida aos seres humanos. Mas atenção e cuidado, ministério é serviço e não ser visto.

“O seu Ministério é um produto do seu relacionamento com Deus, e não um produto dos seus talentos e conhecimentos” – Rory Noland.

Pregadores e Líderes de pequenos grupos

Cultive sua própria relação com Deus. Gaste todo o tempo possível buscando o Senhor, tanto quanto você gasta estudando e preparando os seus sermões. Você vai ser melhor para Ele, e seus sermões serão melhores Nele. “Se entregarmos ao Senhor soberano o direito de controlar todas as circunstâncias de nossa vida será impossível manter um espírito de revolta e ressentimento” – Russel Shedd. Aproveite pra levar alguém com você pelo caminho. Moisés tinha Josué, e você? Quem você está preparando para assumir lideranças após você?

Líderes de departamentos

Aproveite este tempo do ano para investir em sua equipe. Desenvolva aqueles que foram confiados a você e nunca esqueça de investir na próxima geração. Eles pagarão dividendos, tenha essa certeza! Aquele encontro intencional, almoço ou café de bate-papo, pode fazer toda a diferença para aqueles que você lidera. Plante intimidade pessoal e você terá integração coletiva. Amizade é discipulado e constrói pontes. Inimizade é isolamento e constrói murros.

Líderes de ministério infantil

É preciso termos pequenas igrejas nas casas. “Cada lar, uma pequena igreja, cada pai um sacerdote, cada família um rebanho” – George Whitefield. Equipe os pais com as ferramentas necessárias para ensinar seus filhos durante toda a semana e, assim, consolidar o trabalho que você está fazendo no ministério infantil a cada domingo. “Levem os líderes de famílias (pais) a cumprirem suas responsabilidades bíblicas e eles não só pouparão vocês de um grande trabalho, mas também contribuirão para o sucesso de seus esforços”- Richard Baxter.

Líderes e equipe de técnica

Aproveite o período de “férias” e programações mais informais para treinar e desenvolver os novos voluntários, ou tente aplicar técnicas e equipamentos ainda não testados, ou em fase de testes, neste tempo mais “propício” para erros e ajustes. Além, é claro, de estreitar os laços entre todos da equipe. Os mais experientes ensinando os novos, e os novos revigorando os mais experientes.

Líderes de ministério com jovens e adolescentes

Desenvolva mais do que melhores estudantes, melhores pessoas. Invista tempo em tudo sobre a construção de uma fundação que irá fortalecê-los quando estes forem para a faculdade, quando ingressarem no mercado de trabalho, quando começarem a construção de uma família, etc. Certifique-se que seus programas e eventos estão trabalhando para reforçar essa fundação que eles tanto precisam, mas tenha em mente que pessoas aprende com modelos, não com atividades. Seja o modelo que elas querem e precisam espelhar.

E vocês aí? Quais são algumas de suas resoluções? O que tem tocado seu coração para ser melhorado nesse ano?! Compartilhe com a gente, e tenho certeza que Deus nos ajudará a dar cada passo para estes alvos. Até a próxima.

Recommended Posts

Leave a Comment

Start typing and press Enter to search