Estratégia de Mídiais Sociais – Parte 05 – Facebook: fanpage vs perfil vs grupo. Qual usar?

Voltamos com nossa série sobre social media para igrejas! Viva! \o/
E hoje, vamos falar um pouco sobre um grande erro/dúvida que paira sobre as igrejas na atualidade das mídias sociais: o que devemos criar? Uma fanpage, um perfil ou um grupo dentro do Facebook?

Antes de tudo, vamos explicar o que é cada um desses 3:

1) Fanpage (ou página):

“Fanpage ou Página de fãs é uma página específica dentro do Facebook direcionada para empresas, marcas ou produtos, associações, sindicatos, autônomos, ou seja, qualquer organização com ou sem fins lucrativos que desejem interagir com os seus clientes no Facebook.” (definição via Central de Ajuda do Facebook), ou seja, é aquela página onde você dá um ‘like’ ou ‘curtir’ e começa a receber atualizações e posts sobre o tema em seu feed de notícias. Exemplo: a nossa fanpage aqui do CD

Lembre-se: uma fanpage é coletiva e possui fãs.

2) Perfil (ou profile):

“O perfil é um conjunto de fotos, histórias e experiências que contam a história de uma pessoa. Um perfil também abrange a Linha do Tempo.” (definição via Central de Ajuda do Facebook), ou seja, um perfil no Facebook é uma conta destinada a uso individual e pessoal, sem fins comerciais, e que, para ser seguida ou acompanhada, deve ser enviada uma solicitação de amizade. Exemplo: o seu perfil pessoal no Facebook.

Lembre-se: um perfil no Facebook é pessoal e possui amigos.

3) Grupo:

“Os grupos do Facebook facilitam a conexão com grupos específicos de pessoas, como familiares, colegas de equipe ou de trabalho. Os Grupos são espaços dedicados onde você pode compartilhar atualizações, fotos ou documentos, além de enviar mensagens a outros membros de um grupo. Você também pode selecionar uma das três opções de privacidade para cada grupo criado.” (definição via Central de Ajuda do Facebook), assim, um grupo é grupo, oras! Hihi 😀 Exemplo: o nosso grupo de Comunicação e Marketing para igrejas, onde trocamos ideias/dúvidas de forma livre sobre o assunto (junte-se a nós se ainda não estiver lá!).

Lembre-se: um grupo é um conjunto de pessoas que discutem especificamente sobre um determinado assunto, de forma mais privada.

Entendido. Agora qual dessas 3 opções sua igreja deveria usar? Pare e pense um minuto nas definições antes de continuar lendo!

É simples notar que como nosso objetivo é coletivo, sem restrições, o ideal para organizações e associações, como nossas igrejas, é termos uma fanpage. Ali, além de postar seu conteúdo, podemos também utilizá-la para promovê-lo através de anúncios (que falaremos em breve).

É muito comum vermos o erro que muitas igrejas cometem ao criarem perfis ao invés de fanpages e, ao atingir 1000 amigos, se verem na situação complicada de ter que criar outro e mais outro e mais outro perfil. Tendo ainda a limitação de não poderem criar anúncios ou alcançar um grupo maior que não seja restrito aos que lhe enviaram ou enviarão solicitações de amizade.

E os grupos? Os grupos são interessantes para as igrejas e/ou seus ministérios discutirem assuntos mais internos ou de cunho gerencial. Abaixo, um exemplo prático:

  • Tema: Almoço para promover missões.
  • O que postar na Fanpage: Convite para o almoço de missões, com data, local e horário, aberto a todos que desejarem ir e contribuir com a causa.
  • O que postar no Grupo: Aviso para membros da igreja que desejem ser voluntários na cozinha, orientações do líder e gerenciamento de pessoas envolvidas no trabalho direito ou indireto (afinal, você não quer que todo mundo, inclusive seus visitantes, veja isso na sua fanpage, não é mesmo?)
  • O que postar no Perfil: Nada! Haha, sua igreja não deveria ter um perfil! (No máximo, compartilhe o post da fanpage em seu perfil pessoal como membro ou líder/ministro da comunicação). 😉

Minha igreja tem um perfil e não uma fanpage! E agora?

Calma! Sem pânico, ainda dá pra consertar! Já é possível converter perfis em fanpages de forma fácil. Basta você seguir essas instruções aqui, dessa forma o Facebook transformará a lista de amigos do seu perfil em fãs na sua nova fanpage. Se não conseguir ou achar muito complicado, na pior das hipóteses delete o perfil e crie uma fanpage do zero (e avise todo mundo disso, claro!).

E vocês? Como tem trabalhado em suas igrejas? Fanpage ou perfil?

CONTINUE LENDO…

Recommended Posts
Showing 2 comments
  • Ailton
    Responder

    Interessantes explicações. Parabéns pela clareza!
    Uma dúvida: pode-se criar um grupo a partir de uma fanpage? Se sim, como?
    Meu objetivo é ter um grupo fechado e outro aberto, sem atrelá-los a um administrador pessoa física, mas a vários administradores.

    • Conversão Digital
      Responder

      Oi Ailton, infelizmente ainda não é possível atrelar um grupo a uma fanpage. Nossa sugestão é que vc tente ser o mais enxuto possível em termos de canais para gerenciar, caso sua equipe seja pequena, e também pra não confundir as pessoas. 😉 Esperamos que tenha ajudado!

Leave a Comment

Start typing and press Enter to search