Guia prático sobre vídeo para igrejas – Lição 31

LIÇÃO 31 – NARRATIVAS: PESSOAS

Hoje começamos uma nova sessão aqui no nosso Guia, falando sobre narrativas, visando à criação de grandes histórias para os seus vídeos. Até aqui temos falado muito sobre técnica e equipamentos, mas sabe, é algo engraçado, eu já vi vídeos sendo produzidos por equipes enormes, investindo milhares em equipamentos super sofisticados e outros produzidos por uma única pessoa com uma câmera DSLR e, com isso, descobri que equipamentos e habilidade nunca irão condicionar um bom vídeo, mas a narrativa sim. Se você consegue criar uma boa história, você cativa seu público, não importa quais equipamentos você tem ou não.

Nesta sessão vamos aprender um pouco mais sobre os quatro elementos chave de toda boa história, sendo:

  • Pessoas
  • Local
  • Enredo
  • Tese

Hoje, vamos nos concentrar no primeiro da lista: pessoas.

1. PESSOAS SÃO O PONTO FOCAL DE GRANDES HISTÓRIAS

Pense no seu filme, livro ou seriado favorito e você irá perceber que o que o faz gostar tanto deles foram as personagens, ou seja, as pessoas. Eu gosto muito de assistir séries e quando eu analiso as que eu mais gosto, percebo que não é a situação ou a eventual comédia que faz com que eu continue assistindo, mas sim as personagens. Em momentos diferentes das temporadas você pode odiar, contorcer-se, simpatizar e amar cada personagem apresentada. E apenas uma grande destas é que consegue causar tantas emoções diferentes nos telespectadores. Uma boa história considera que as personagens devem estar no centro do seu desenvolvimento.

2. PESSOAS NÃO PRECISAM SER PESSOAS

Quando você estiver imaginando quem as pessoas da sua historia serão, lembre-se que você não precisa necessariamente que sejam seres humanos. Eu vi um vídeo de uma campanha de conscientização sobre exploração sexual em uma determinada cidade em que uma das personagens principais era justamente a própria cidade. Ela não era apenas o local em que se passava a história, mas também um representante nela. Ela estava desmoronando e pagando o preço da exploração sexual que sofria e estava devastada, pois nenhuma ação era tomada. Assim, se sua igreja está focada em ações na sua cidade, talvez seja interessante usar o entorno como uma personagem nos seus vídeos e não apenas como locação.

3. A PERSONAGEM PRINCIPAL

Não precisamos ter um bacharelado em teologia para saber que a personagem principal de todos os nossos vídeos deve ser Deus. E isso se apresenta como um desafio em nossas narrativas, pois não existe um ser físico para representá-lo; a não ser que alguém se vista da ideia coletiva e disseminada de Deus, aquele velhinho vestido de branco. Quando você está produzindo vídeos para a igreja, você terá que ser bem intencional em consolidar o fato de que Deus é sua personagem principal ainda que ela não tenha uma presença física. Você terá que ser criativo em encontrar maneiras de representar Deus.

4. “SIM, ESSE PODIA SER EU”

A razão pela qual as pessoas são o primeiro elemento chave de grandes narrativas é porque o que torna uma história um sucesso é a possibilidade de alguém dizer: “Sim, esse podia ser eu”. Provavelmente isso não será dito em voz alta ou nem mesmo em forma de pensamento, mas quando alguém se conecta com a história, isso é exatamente o que estão experimentando: um reconhecimento de si mesmo ali. Quando as pessoas se veem na história, elas são imersas nela e se tornam parte do que está sendo retratado.

Como já falamos, pessoas são cruciais. Mas elas não podem ser corpos estáticos na tela. Seu trabalho como criador de vídeos é mostrar as pessoas atuando e pensando o mais perto da realidade possível. Como são as pessoas de verdade? Elas têm paixões e são vulneráveis, possuem qualidades e fraquezas, têm um passado e alimentam esperanças e sonhos para um futuro. Quanto mais você molda suas personagens, adicionando características, mais elas se tornam pessoas tridimensionais e maior será a conexão entre elas e o público, possibilitando que em algum lugar surja um “Poderia ser eu”. E uma vez que você consiga realizar isso, você já está a meio caminho de criar uma grande história.

E aí, como você tem explorado as personagens nos seus vídeos? Tem alguma dúvida? Compartilhe com a gente!


CONTINUE LENDO…

Recommended Posts

Leave a Comment

Start typing and press Enter to search