Sua igreja aparece no Google? (e porque isso é importante!)

Já ouviu dizer que “se não está no Google não existe”? E aí, como está sua igreja no Google? Hoje nossa missão é trazer algumas dicas sobre como “levar sua igreja a real existência” na internet!

É mais do que importante atualmente ter uma boa presença no Google, pois é uma ferramenta crucial para alcançarmos novas pessoas!

Quem nunca recebeu um visitante que disse ter “achado sua igreja na internet”?

Antes de tudo, você precisa ter um site. Se ainda não tem, pare de ler agora mesmo e leia esse post aqui.

Existem várias formas de ter o site da sua igreja com destaque no Google, seja de forma gratuita ou paga, e que vamos abordar em seguida.

Entendendo a estrutura do Google

Estrutura da página de busca do Google

Quando você faz uma busca no Google, existem basicamente dois tipos de resultados na página, como se pode ver na imagem acima:

  • Links Patrocinados (ou PPC – Pay per click; em amarelo na foto) – é a parte paga do Google, também conhecida como “Adwords”. É onde você pode se cadastrar e comprar palavras-chave de busca para aparecer em uma das áreas de destaque na página, seja ali no topo, na coluna da direita ou no rodapé da página. Mas esse não é o foco que queremos dar neste post, então não vamos detalhar;
  • Resultados Orgânicos (em azul na foto) – é aqui nossa oportunidade, e é grátis! Para ter um site com bom posicionamento na parte orgânica do Google, precisamos trabalhar um conjunto de técnicas chamadas de SEO – Search Engine Optimization, que tem o objetivo de “promover” seu site nos resultados de um buscador como o Google. Apesar do nome difícil, o básico que você precisa fazer é bem simples e pode trazer resultados incríveis!

Como funciona o Google

O Google é que nem a Coca-Cola, ninguém sabe completamente sua fórmula, mas com o passar dos anos, várias técnicas ficaram comprovadas e são eficientes para se conseguir um bom posicionamento no buscador.

Mecanismos de busca como o Google, possuem crawlers, ou robôs de busca, que “varrem” a web e indexam as páginas encontradas, através de links, palavras-chave, conteúdo, etc. Eles não somente listam essas páginas para o usuário, mas também são capazes de escolher qual a melhor opção para ele. Isto é, se uma página é considerada como de qualidade pelo crawler, melhor posicionada (“mais em cima”) ela irá aparecer no Google!

Como eu faço então para ter o site da minha igreja melhor posicionado no Google?

Existem vários fatores para melhorar seu posicionamento do Google e hoje veremos aqui os mais básicos e primordiais, o chamado SEO on page!

1. Estrutura do website da sua igreja

É primordial que o site de sua igreja tenha sido bem desenvolvido. Tenha certeza de que ele é recente, bem atualizado e utiliza as técnicas mais modernas de desenvolvimento (padrões web). Nada de usar os antigos Flash! Isso é proibido aqui! 😉

Dica: se o seu site for desenvolvido em WordPress, já é meio caminho andado! Pois este é um excelente sistema (CMS) que não precisa de nenhuma adaptação em termos de estrutura.

Estrutura de um website

2. Títulos das páginas

Tenha certeza que os títulos das suas páginas sejam pertinentes ao conteúdo delas e que possuem o(s) principal(is) termo(s) buscado(s) no Google. Evite títulos muito grandes (máximo de 65 caracteres) e/ou que não façam muito sentido. Nunca utilize o mesmo título para várias páginas diferentes.

Título na busca do Google

Estrutura ideal: [tema da página] [conector] [nome da igreja]
Exemplos:
Localização da Igreja Batista do Povo
Entre em contato com a Igreja Batista do Povo
Quem SomosIgreja Batista do Povo

3. Descrição das páginas

Não é um fator que irá diretamente alterar seu posicionamento no Google, mas é uma boa oportunidade para você falar com o usuário e convencê-lo a clicar no seu site, ao invés de outro. Esta, também, deve ser única por página e ter um máximo de 165 caracteres.

Descrição na busca do Google

4. URLs amigáveis

Evite que o site de sua igreja tenha URLs cheias de parâmetros e que não façam sentido algum. Prefira URLs amigáveis, como abaixo:

Evite: www.minhaigreja.com.br/index.php?pagina=876&s=99OP
Prefira: www.minhaigreja.com.br/quem-somos/

5. Imagens

Sempre que inserir uma imagem nova no site, coloque uma descrição para ela (atributo alt do HTML). Nada de “Imagem 01” ou coisas do tipo!

6.Páginas duplicadas

Sua igreja tinha um site no domínio www.minhaigreja.com.br e mudou para www.mip.org.br? Não deixe de redirecionar o antigo para o novo! Caso contrário, ambos perderão relevância no Google e nenhum se posicionará 100% bem.

7. Campo de busca

Tenha um campo de busca em seu site e facilite a vida para seus usuários!

Campo de busca

8. E o mais importante: CONTEÚDO!

Produza conteúdo de qualidade, relevante e exclusivo. Sempre mantenha seu site atualizado e nada de copiar (nem da Wikipédia, hein?!). Mais isso é um capítulo a parte que vamos detalhar logo em breve.

CONCLUSÃO

Existem inúmeras formas de tornar a presença digital de sua igreja mais relevante, e investir em SEO e em sites bem estruturados é uma forma acessível e recompensadora. Vale a pena investir um pouco nesse instrumento, que não custa nada, só um pouco de esforço, cuidado e consistência!

Fiquem ligados nas próximas dicas para ter sites bem posicionados no Google que postaremos em breve. Dúvidas? Quer compartilhar algo? Escreva pra nós nos comentários!

Recommended Posts

Leave a Comment

Start typing and press Enter to search