Projeção na Igreja: diagramação

Seguindo nossa série sobre projeção na igreja, chegamos ao último tópico dos aspectos mais importantes que você deve pensar antes de estruturar esta área do seu ministério. Hoje vamos falar sobre diagramação. Ela está intimamente ligada com o conceito que falamos semana passada, do menos é mais, lembra? É através dela que vamos conseguir este objetivo. Diagramação se trata da disposição dos elementos gráficos, principalmente textos e imagens.

Sempre penso que o melhor é esquematizar uma tela geral e dai então focar nos detalhes e ir refinando aos poucos, segundo a peculiaridade de cada tema. Tenha sempre em mente que a projeção deve ser clara e objetiva e você irá conseguir descartar o que estiver a mais.

Em um primeiro momento pense na hierarquização das informações: o que é mais importante, o que as pessoas devem perceber primeiro? O que será secundário no processo de leitura? Para isso você pode utilizar fontes com tamanhos diferentes ou até mesmo aplicar estilos de negrito ou itálico para criar pesos diferenciados e uma estrutura de classes. Mas, não polua a tela com milhares de letras e linhas! Quando estiver montando uma letra de um cântico ou hino, por exemplo, busque manter de 2 a 4 linhas no máximo por slide, evitando sempre as palavras-viúvas. O que é isso? Aquelas palavras solitárias em uma linha só.

Exemplo de diagramação em projeção - errado Exemplo de diagramação em projeção - certo


Eu digo de 2 a 4 linhas para que você também tenha em mente a melodia da música e não quebre a continuidade. Fique atento! De igual modo, atente para o fato de que, por manter poucas linhas por slide, será necessário que a pessoa responsável por comandar a projeção na hora do culto esteja bem atenta quanto ao andamento da música. DICA: Quando a congregação estiver cantando a última linha, chegando à metade dela, você já pode passar para o próximo slide: o cérebro já anteviu e leu aquela metade restante e as pessoas não irão ficar perdidas.

Outro ponto essencial é a fonte a ser usada. Tem alguma fonte legal que você viu e gostaria de usar, mas é muito rebuscada e difícil de ler? Você pode restringi-la à títulos ou subtítulos pequenos, só para criar um diferencial. Mas quando estiver lidando com o principal da informação, por exemplo, a letra de uma música, você deve utilizar uma fonte mais simples. Em geral, as sem serifa são mais indicadas, pois a leitura é mais fluida. Serifa são essas “perninhas” que você vê nas extremidades das letras, percebe?

Exemplo de diagramação em projeção - Fontes com serifa Exemplo de diagramação em projeção - Fontes sem serifa


Uma fonte bem utilizada e queridinha dos designers é a HELVETICA. Já falamos de outros tipos de fontes aqui.
Preste atenção também na paleta de cores que você utilizará. Carnaval é só em fevereiro e olhe lá! Rs! Brincadeiras à parte, é extremamente importante que aqui você explore as cores que têm a ver com a identidade da sua igreja ou grupo. Tudo que remeta a este conceito irá engrandecer e fechar a informação que você está querendo reafirmar: sua marca.

Por fim, como já falamos, tenha em mente que “menos é mais” sempre! Ser simples, acredite, não é fácil! Mas busque sabedoria de Deus para que tudo coopere para que Ele seja o centro de toda a sua projeção e você será bem-sucedido.

Tem algum outro ponto que você acha que faltou? Compartilhe com a gente! Queremos saber: como tem que ser a projeção para vocês?

Recommended Posts
Showing 5 comments
  • Rafael Panfil
    Responder

    Já faz um tempo onde tento manter essa proporção de não deixar palavras viúvas nos slides e percebo que o canto da congregação flui melhor dessa maneira, até o entendimento do que está sendo cantado melhora.
    Parabéns pelo post, grande trabalho!

  • Alexandre Ferraz da Silva
    Responder

    Muito bom o site o conteudo parabéns, Deus abençoe vocês!!

  • Thiago
    Responder

    Obrigado pelas informações, que Deus abençoe vocês.

  • Anderson
    Responder

    Este conteúdo tem ajudado muito a equipe de nossa igreja

    • Conversão Digital
      Responder

      Muito obrigada Anderson!
      Ficamos felizes em ajudar!

Leave a Comment

Start typing and press Enter to search